Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

O Senhor é o pastor que nos conduz

Partindo da certeza que o Senhor é o pastor que conduz a vida de cada um de nós, nossos sonhos e projetos (Sl 22), a liturgia da Palavra deste domingo, o 16° do Tempo Comum, nos convida a perceber, mais uma vez, que Deus sempre está conosco e nunca nos desampara ou abandona, mas se compadece de nós, sofre conosco, e assim oferece-nos seu amor, sua atenção, seu olhar, que nos reergue e nos dá novo ânimo para prosseguirmos na vida. É a partir dessa certeza que podemos afirmar que não nos falta coisa alguma, que vivendo junto do Senhor somos felizes e bem cuidados, mesmo que passemos por vales sombrios e perigosos, não caímos no desespero, pois Deus é conosco.

Como é bonito perceber que, desde o Antigo Testamento, diante das mais diversas maneiras de opressões, injustiças, explorações e abandonos aos quais o povo estava submetido, Deus sempre se compadeceu e garantiu-lhes a salvação/libertação, e em contrapartida mostrou que os crimes daqueles que pastoreavam a si mesmos visando somente seus próprios interesses egoístas não ficariam impunes. Tal postura divina torna-se ainda mais bela e evidente quando vemos que Jesus, diante da multidão que o seguia desesperadamente, se compadeceu deles pois eram como ovelhas sem pastor (Mc 6, 34).

Desse modo, vê-se que Deus, diante da nossa vida, da nossa história, marcadas muitas vezes situações difíceis e por inúmeras fragilidades não nos é indiferente, ou seja, não está distante nem é estranho, mas é real e verdadeira companhia envolvente, que sempre nos ampara e nos dá condições para seguirmos. E como é bom sabermos e sentirmos essa presença consoladora d'Ele em nós e nos outros.

Entretanto, a partir dessa experiência somos convidados a darmos um passo a mais, ou seja, não podemos apenas contentarmo-nos em sermos pastoreados por Deus, mas devemos também pastorear, ser verdadeiros propagadores desse Amor que a ninguém exclui ou esquece, mas a todos resgata e dignifica, e assim contribuiremos para que o Reino de Deus aconteça e o mundo seja transformado, tornando-se mais justo, fraterno e caridoso.


Henrique Oliveira Luiz de Paulo – Seminarista do I ano da etapa Configurativa (Teologia)