Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

São Luís Gonzaga, padroeiro dos Seminaristas

Celebramos no dia de hoje a memória litúrgica de São Luís Gonzaga, no qual atribui-se como padroeiro dos seminaristas, dos estudantes, de toda juventude católica e dos pacientes de AIDS. “Luís descreveu a sua vocação, que amadureceu muito cedo. Na verdade, aos 5 anos brincava de fazer guerra; aos 7, ajoelhava-se, várias vezes por dia, para recitar os salmos penitenciais; aos 10, consagrou-se definitivamente a Maria, como ela se havia consagrado a Deus; finalmente, aos 12 anos, recebeu a Primeira Comunhão das mãos de São Carlos Borromeu, em visita pastoral à sua cidade. Muito cedo, confidenciou com a mãe sobre suas intenções, mas seu pai se opôs, com toda a sua força, contra a sua escolha. Até seus parentes gozavam dele, mas ele se defendia, dizendo: “Busco a salvação! Busquem-na vocês também!”. Seu pai o enviou às cortes italianas esperando desviar o filho das suas intenções e, quem sabe, até se apaixonar por alguém. Mas, o resultado era, cada vez mais, sua firme decisão de entrar para a Companhia de Jesus. Assim, em 1585, o jovem assinou a renúncia aos títulos e herança em benefício do seu irmão mais novo, Rodolfo, e partiu para Roma, com apenas 17 anos de idade.”

Em Roma, “aconteceram várias tragédias, uma depois da outra: seca, escassez e até epidemias. Fiel ao lema da Ordem "Como os outros", ou seja, esquecer as próprias origens nobres, bem como os privilégios derivados do seu estado de saúde, Luís saía ao encontro dos "pesteados" para curá-los e socorrê-los, junto com São Camilo de Lellis. Certo dia, viu um doente abandonado na rua, à beira da morte: colocou-o nas costas e o levou ao hospital da Consolata. Assim, provavelmente, ficou contagiado. Poucos dias depois, faleceu nos braços dos seus coirmãos, com apenas23 anos.”

Tomando como exemplo sua vida, podemos ter em mente que sua realidade se faz cada vez mais atual. O tempo de pandemia, a doação aos mais pobres e necessitados e o seu firme propósito de doação ao próximo por meio da Igreja. Neste tempo de pandemia da Covid-19, nossos seminaristas têm se reinventado para dar continuidade no processo formativo, visto que algumas turmas se encontram em casa, nas suas Paróquias de origem.

Que a exemplo de São Luís Gonzaga, possamos compreender este chamado de Jesus não como um subir ao Presbitério para termos um “poder”, mas sim de descer, ajoelhar e lavar os pés de todo Povo de Deus.


Jonathan Sam Botelho

1º ano da Etapa do Discipulado


Referência:

São Luís Gonzaga, Jesuíta, padroeiro da juventude católica. Disponível em: <https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/06/21/s--luis-gonzaga--jesuita--padroeiro-da-juventude-catolica.html> Acesso em: 21 Jun. 2021.