Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

SANTA MARIA MADALENA, A APÓSTOLA DOS APÓSTOLOS

“Ora, tendo ressuscitado na madrugada do primeiro dia da semana, Ele apareceu por primeiro a Maria de Magdala, de quem havia expulsado sete demônios. Ela foi anuncia-lo àqueles que haviam estado em companhia dEle e que estavam aflitos e choravam”. (Mc 16, 9-10)


Quem é esta Maria de Magdala, a qual Jesus aparece por primeiro depois de sua ressureição? Por que Jesus a escolhe por primeiro? Conheçamos a história desta mulher que foi a primeira a contemplar aquilo que o próprio Cristo havia dito: “depois de três dias, ressuscitar” (Mc 8, 31).

É Santo Tomás quem vai dar o título de ‘Apóstola dos Apóstolos’ a Maria de Magdala ou Maria Madalena, como alguns a preferem chamar, cujo nome se dá pelo fato do local de origem, uma aldeia de pescadores nas margens do Lago de Tiberíades. Ela também é aquela mulher na qual podemos ler nos evangelistas ‘a mulher que Jesus tira sete demônios’, ou melhor dizendo, uma mulher adulterada, conforme lemos no capítulo 7 do Evangelho de São Lucas.

Maria Madalena é também aquela mulher que fica aos pés da cruz junto a sua mãe e as outras mulheres que choram pelo mal que Jesus é abordado. Ela também vai aparecer no momento do sepulcro de Jesus, quando José de Arimatéia depõe o corpo num sepulcro que fora fechado com uma pedra.

Sendo esta a primeira a ver Jesus ressuscitado, é a primeira a fazer o anúncio da mensagem pascal. Ela é aquela que sempre esteve ao lado do Verbo Encarnado, sendo a mulher que demonstrou seu amor grandioso pelo reino dos céus. É ela também que fica junto a Maria Santíssima e São João no momento de agonia do Mestre, não o renegou por medo, como muitos outros apóstolos assim fizeram, mas sempre se mostrou presente desde a sua conversão até o Calvário e sepulcro.

Diante da imensa paixão que Madalena tinha por Jesus, quis o Papa Francisco, que a partir de 22 de julho de 2016 fosse alterada de Memória litúrgica para Festa litúrgica de Maria Madalena, mulher fiel e que mostrou seu verdadeiro amor por Jesus Cristo.

Que Santa Maria Madalena, celebrada neste dia, possa nos impulsionar a sempre mais amarmos o Mestre e a querermos estar ao seu lado, nas nossas angustias e sofrimentos e também nos tempos de bonanças e alegrias. Santa Maria Madalena, rogai por nós.


Brendo Waleu Silva

2º Ano da Etapa do Discipulado


FONTE: VATICAN NEWS. Disponível em <https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/07/22/s--maria-madalena--discipula-do-senhor.html>. Acesso em 19 julho 2021.