Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

Vocação de Mateus: esperança para os pecadores

“Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento de taxas. Disse-lhe: Segue-me. O homem levantou-se e seguiu” (Mt 9,9).


A liturgia de hoje celebra a festa de São Mateus, um dos doze apóstolos escolhido por Jesus. Mateus, como relata a Sagrada Escritura, antes de ser chamado por Jesus para segui-lo, foi um cobrador de impostos, e naquela época os arrecadadores de taxas ou popularmente chamados “publicanos” não eram bem vistos pelos judeus pelo fato de, diversas vezes, serem desonestos e ladrões. Levi, no entanto, ao ouvir a voz do mestre não hesitou em deixar tudo para segui-lo, a partir de então sua vida muda, ele se torna um seguidor de Jesus.

Seguir a Jesus é um ato de coragem, pois lidamos com diversas situações que por vezes parecem ser desanimadoras e constrangedoras: “Como Jesus estivesse à mesa na casa desse homem, numerosos publicanos e pecadores vieram e sentaram-se com ele e seus discípulos. Vendo isso os fariseus disseram aos discípulos: ‘Por que como vosso mestre com os publicanos e pecadores’?” (Mt 9, 10-11). Entretanto, são através de tais situações que nos encontramos mais perto da santidade e da busca pelo reino dos céus, reconhecendo nossa pequenez e pobreza diante daquele que é tudo, pois “não são os que estão bem que precisam de médico, mas sim os doentes, eu não vim chamar os justos, mas os pecadores” (Mt 9,12s).

Assim como seus companheiros, sendo apóstolo de Jesus, São Mateus ganhou a palma do martírio após pregar no Oriente segundo a tradição. A vida deste santo, Apóstolo e Evangelista, nos inspira a ter uma fé mais viva e pura, fazendo-nos viver pelo Cristo e morrer por ele.


Israel Silva - 1º Ano da Etapa do Discipulado - Filosofia