Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

Festa dos Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael

Hoje, dia 29 de setembro, a Igreja celebra com grande alegria a Festa dos Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael, cujos nomes nos foram revelados nas Sagradas Escrituras.

O primeiro é o Arcanjo Miguel, cujo nome expressa em síntese uma pergunta retórica “Quem como Deus?”, pois ninguém é como Deus. Sendo assim, é considerado um símbolo de humildade perante Deus; O segundo é Gabriel, o seu nome significa “Poder de Deus” e é muito conhecido por sua singular missão de mensageiro, uma vez que foi ele quem anunciou o nascimento de João Batista e, principalmente, anunciou o maior fato histórico o mistério da Encarnação do Filho de Deus: No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem chamado José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. Entrando onde ela estava, disse-lhe: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo”. [...] “Não temas, Maria! Encontraste graça junto de Deus. Eis que conceberás no teu seio e darás à luz um filho, e o chamarás com o nome de Jesus”[1]; Por último, Rafael, cujo nome significa “Deus cura”. Apresentado, sobretudo, no livro de Tobias e considerado o portador da Cura de Deus, e também reconhecido como chefe dos anjos da guarda que zela pela humanidade, “Tobias foi à procura de alguém que o pudesse acompanhar e conhecesse bem o caminho. Ao sair, encontrou o anjo Rafael, em pé diante dele, mas não suspeitou que fosse um anjo de Deus”[2].

Meditando sobre a missão que lhes foi confiada, pode-se compreender o ensinamento contido na Epístola aos Hebreus: “Não são todos os anjos espíritos a serviço de Deus, que lhes confia missões para o bem daqueles que devem herdar a salvação?” (Hb 1, 14). A existência dos anjos e a sua proximidade nos afazeres quotidianos da humanidade, move todos a pedirem com a Liturgia da Missa: Ó Deus, que organizais de modo admirável o serviço dos anjos e dos homens, fazei que sejamos protegidos na terra por aqueles que Vos assistem continuamente nos céus[3]. Devemos incontáveis ajudas diárias aos nossos anjos da guarda, cuja festa celebraremos dentro de uns dias, bem como aos Santos Arcanjos. São uma prova palpável do amor que Deus Pai tem pelos seus filhos.

Portanto, recorramos aos Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael com frequência no meio dos nossos trabalhos diários, depositemos nossa confiança e peçamos-lhes que nos ajudem a ser curados, a perseverarmos na busca da santidade e, à exemplo deles, sejamos mensageiros de Deus e de seu infinito amor.

José Ander Oliveira- 1º ano da etapa do discipulado - Filosofia


[1] Cf. Lc 1, 26-27.30-31a;

[2] Cf. Tb 5,4;

[3] Oração de coleta da Missa do dia 29 de setembro.