Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

SACERDOTES SEGUNDO O CORAÇÃO DE JESUS

“Nós amamos, porque ele nos amou por primeiro” (1Jo 4, 19). São João Maria Vianey, cuja memória é celebrada no dia de hoje, soube amar com ternura e servir com disposição, fazendo de sua vida um verdadeiro testemunho da verdade e do amor. Fazendo-se servo, também se fez humilde e paciente, superando todas as dificuldades e transformando-as em degraus para sua santificação.

O Cura d’Ars sempre afirmou a sua dificuldade em exprimir toda significação do sacerdócio em uma definição, mas umas de suas frases consegue com muita delicadeza, abarcar toda configuração desse dom: “o sacerdote é o amor do Coração de Jesus”. Todo padre torna-se reflexo do Coração Santo, fazendo-se instrumento da graça divina em meio ao povo, transbordando o amor de doação manifestado no Sacrifício da Cruz.

O Papa Emérito, Bento XVI, enfatizou sempre a necessidade de todos os vocacionados ao sacerdócio aprenderem de São João Maria Vianey a profunda identificação com o ministério, tendo Jesus como Mestre e Senhor, para proporcionar um perfeito encontro entre a santidade objetiva do ministério e a subjetiva do ministro.[1] Também a oração e a piedade do Cura d’Ars inspirava o fervor dos fiéis, que a exemplo do pároco abriam-se a uma espiritualidade mais profunda, experimentando os frutos da bondade divina.

Nesse dia toda Igreja é convidada a rezar pelos sacerdotes, para que sejam cumulados de graça e perseverança, para que possam ser santos instrumentos do Senhor. Que o dom da vida entregue a serviço ao Reino de Deus, seja convertido em grandes frutos espirituais e na recompensa da vida eterna.

Também no dia de hoje, a Igreja particular da Campanha, eleva louvores a Deus pelo 31º aniversário de ordenação presbiteral do seu bispo diocesano, Dom Pedro Cunha Cruz, que deixou as redes na praia para seguir o verdadeiro Deus, revelado em Jesus Cristo. Como o Apóstolo Pedro, nosso bispo diocesano recebeu a responsabilidade de apascentar o rebanho de Senhor após sua confissão de amor, buscando ir atrás das ovelhas perdidas e trazendo-as em seus ombros.

Que Virgem Maria, a Senhora do Carmo, padroeira diocesana, interceda a Deus pela vida e pela missão de todos os presbíteros, como também pelo Bispo, que tem a missão de conduzir a Igreja Particular da Campanha a pastagens verdejantes.

[1] BENTO XVI, Papa. Carta do Sumo Pontífice para a proclamação de um ano sacerdotal por ocasião do 150º aniversário do dies natalis do Santo Cura d’Ars. Disponível em: < https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/letter s/20 09/d ocuments/hf_ben-xvi_let_20090616_anno-sacerdotale.html >. Acesso em: 30 jul. 2021.


Miguel Soares dos Reis - 2º da Etapa do Discipulado - Filosofia