Buscar
  • Seminário Nossa Senhora das Dores

SOLENIDADE DO CORPO E SANGUE DE JESUS CRISTO, MISTÉRIO DE AMOR E ESPERANÇA PARA UM POVO SOFREDOR

Solenidade de Corpus Christi, festa do corpo e sangue de Cristo, na qual tem como objetivo celebrar publicamente a eucaristia, dia em que há o passeio com o Santíssimo Sacramento fora das Igrejas.


Corpus Christi, expressão latina na qual significa “corpo de Cristo” ou “corpo do Senhor”. Festa comemorada após 60 dias da Páscoa, em uma quinta-feira. A festa tem sua origem no século XIII, sendo promulgada pelo Papa Urbano IV, através de relatos de Juliana de Mont Cornillon, freira belga que nasceu na cidade de Liége, em 1193. A freira dizia que por anos teve visões onde era manifestada a ela mensagem divina para que se criasse uma data festiva para comemorar o sacramento da Eucaristia.

Mais tarde, em 1264, um sacerdote da Boêmia, chamado Pedro de Praga, na qual em uma de suas viagens a Roma para se encontrar com o Papa, se hospedou em Bolsena e ali realizou o sacramento da Eucaristia, durante celebração, jorrou da hóstia consagrada sangue. O milagre ficou conhecido como Milagre de Bolsena, na qual foi ganhando proporção até alcançar o papa que em pouco tempo depois oficializou a solenidade de Corpus Christi.

A festa, aos poucos, foi sendo difundida em todo o mundo e assim foram criadas práticas com o passar do tempo, uma delas como vista no Brasil, é o enfeite do tapete para que o sacerdote passe com o Santíssimo, na qual os fiéis fazem desenhos representando os símbolos e cenas da fé católica. Na confecção dos tapetes há vários produtos, dentre eles encontramos, a serragem, borra d café, areia dentre outros.

Devido a atual situação em que vivemos, muitas paróquias tiveram que se reinventarem para que tivesse a mesma dignidade com que se vem desde tempos passados. Muitos sacerdotes se organizam em suas paroquias afim de fazerem uma belíssima carreata com o Santíssimo passando pelas ruas da paróquia afim de que os fiéis possam elevar a Deus seus pedidos, e mesmo sendo celebrada por meio de carreata tais fiéis não deixam de lado tal ritual de enfeite nas ruas, fazendo assim um caminho como antigamente afim de que o sacerdote passe com o Santíssimo e abençoe a todos.

Que ao celebrarmos tal mistério de amor nesta quinta-feira possamos pedir a Deus que nos abençoe e cuida de todos nós, e que nos livre de todos os males e esteja sempre ao nosso lado.


Brendo Waleu Silva

2º Ano da Etapa do Discipulado - Filosofia